Um Ano com 10 de Sonhos no Bolso

Atualizado: 21 de Fev de 2020

Há quem viva uma vida inteira à procura de diferentes formas de ver o mundo, Dora Guimarães descobriu-as, aos 5 anos, numa máquina de costura que recebeu de presente no Natal

Tinha dimensões e formatos que lhe quis dar e as cores que a sua criatividade ia fazendo nascer, num ritual que tornava as suas bonecas as mais bem vestidas das festas, por culpa daquele olhar curioso que a cada passo espreitava a perícia da mãe, modista de profissão.


Os retalhos que lhe passavam pelas mãos depressa se transformavam nas “tendências” e “coleções” que, sem o saber, a levaria a seguir uma carreira no mundo da moda. Formou-se em Design de Moda, tirou diversos cursos na área e brilhou em concursos nacionais e internacionais.


No seu percurso há um interessante cruzar de universos. De um lado a passagem pelo conceituado Atelier Miguel Vieira, do outro, o contato próximo com a indústria têxtil portuguesa, onde descobriu o sentido de oportunidade, a dedicação, esforço e coragem necessária à criação do seu próprio projeto – o atelier Dora Guimarães.


Dizem que na vida a felicidade só faz sentido quando partilhada e a de Dora Guimarães sempre ganhou significado pela presença de uma musa inspiradora, a sua mãe, que continua presente até hoje, mesmo sem o estar fisicamente.


Algo que se sente em cada vestido feito de um mesmo sentimento, seja ela para um simples passeio no jardim ou para o dia em que dizemos o sim ao amor das nossas vidas.