top of page

Tanta Roupa e Nada para Vestir

A famosa frase entre as mulheres – “tenho tanta roupa e nada para vestir”,

E mesmo a tempo dos SALDOS!!! ...

  

A oferta de estilos hoje em dia é mais do que muita, as tendências entram-nos pela porta dentro e surgem a um ritmo alucinante.


Parece quase impossível acompanhar a corrente do fast-fashion e mais ainda conseguir editar toda a informação que recebemos.


Vemos looks fantásticos, estilos deslumbrantes, opções divertidas e queremos, claro, incorpora-los imediatamente nesse templo sagrado que é o nosso guarda-roupa.


Quando já não sabemos onde guardar tanta roupa que se acumula por todos os cantos das nossas casas, chega o verdadeiro desafio: o que vestir todos os dias de manhã?


Como encontrar no meio de tanta roupa, peças praticas, confortáveis e elegantes que possam acompanhar-nos durante um dia inteiro que pode em 24 horas, passar por cenários de trabalho, de família, de amigos, de lazer, de crianças e de tarefas domesticas?



É aqui que geralmente surge o desabafo que todas conhecemos bem: tanta roupa e nada para vestir!

 

Tem tanta roupa e nada para vestir

Compra compulsivamente tudo o que vê e que gosta e quando vê uma peça, tem de a levar para casa consigo, independentemente de lhe servir, de lhe ficar bem ou de ser uma peça com potencial para combinar com outras roupas que já tem. Não se aguenta muito tempo sem “adotar” uma tendência nova!


Compra “sofisticada”, compra  “vanguardista”, compra “clássica”, compra tudo! E depois…é tão difícil coordenar todos estes estilos num só compra com tanta frequência que tem peças ainda com etiqueta pendurada no armário! Compra tudo o que vê nos outros, nas revistas na televisão. Não escapa a tendência de achar que tudo o que lhe parece bem nos outros será uma ótima ideia para si! (será mesmo)? Compra preferencialmente roupa de cor preta porque é garantido que a vai favorecer, mas depois fica triste com a ideia de ter um guarda-roupa tao aborrecido. Compra peças que lhe agradam, mas de cores que não a deixam confortável. Compra porque lhe pareceu bonito  no cabide, mas quando finalmente experimenta (já em casa), percebe que o corte é péssimo e os materiais desconfortáveis. Compra vestidos porque quer obrigar-se a ser mais feminina, mas já sabe nunca os vai usar!

 

Compra porque “estava tão barato!” compra plástico, nylon, viscose, poliéster e items perfeitamente desnecessários, só porque custam 5€. Compra saltos altos porque é um “vicio”, mas já sabe que, com a correria dos seus dias, eles acabam por nunca sair da caixa! E usa sempre os mesmos sapatos rasos velhinhos e confortáveis. Compra roupa assim-assim para não se chatear muito, mas depois aborrecida com a sua imagem que não passa do razoável. Guarda tudo o que tem, desde os anos 80 até agora, porque pode sempre vir a usar-se novamente! Guarda tudo, desde meias com buracos a casacos sem botões, roupa com nodoas que nunca vão sair, camisolas cheias de borboto e sapatos que precisam de saltos novos há anos, porque…um dia ainda vai recuperar tudo! Compra só roupa de fim de semana e depois não tem nada que se adeque á rotina do dia-a-dia. Compra só roupa para sair a noite e depois não tem nada para ir trabalhar. Compra roupa quase todos os dias porque se aborrece á hora de almoço e sente que comprar é uma ótima distração!

 

Compra roupa sem qualidade só porque estava a um ótimo preço, usa duas vezes e já se transformou num ótimo pano de limpar o chão.

 

Identificou-se com alguns pontos acima?

É quase certo que sim!

Então, a missão que proponho é a seguinte: reorganização total da sua imagem, estilo e guarda-roupa.



Não perca o próximo artigo do blog.

Se gostou deste artigo, deixa-me o seu comentário, pois a sua opinião é muito importante para mim.

Pode me deixar também sugestões de temas que gostava que aborda-se aqui.

Beijinho, Dora Guimarães

 

Posts recentes

Ver tudo

A Nossa Imagem

Diz quem Sabe que Uma Imagem Vale mais que mil palavras, será verdade? A verdade é que uma primeira impressão é sempre, ou quase sempre, baseada maioritariamente em elementos visuais. Quer queiramos o

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page